5 prejuízos que a falta de automação gera para a sua empresa

Tempo de leitura: 4 minutos

O atual momento econômico, aliado à altíssima concorrência do mercado brasileiro, tem exigido que as empresas estejam preparadas, renovem suas atividades, e principalmente, mantenham-se eficientes. Para que os gestores garantam alta produtividade e reduzam o tempo de execução de tarefas e processos, é imprescindível investir em automação.

Reduzir os processos manuais e investir na automatização é uma tendência mundial. Deixar de aplicar melhorias e novas tecnologias na empresa pode fazer com que ela seja fortemente prejudicada no mercado e até mesmo deixada para trás pela concorrência.

Separamos, neste post, os 5 maiores prejuízos que a falta de automação gera para a sua empresa. Confira a seguir e veja como é imprescindível investir na automatização!

1. Lentidão nos processos

Um dos principais prejuízos percebidos pela falta de automação é a lentidão nos processos, ou seja, muito tempo gasto para desempenhar as atividades da empresa. Essa lentidão é muito simples de ser entendida: quanto maior for a quantidade de tarefas manuais, maior será o tempo gasto para a conclusão delas.

Quando os gestores substituem tarefas que eram desempenhadas manualmente por softwares ou processos automáticos, o tempo gasto para execução é reduzido consideravelmente. E os gestores devem sempre se lembrar: tempo é dinheiro!

2. Menor produtividade

Um dos grandes benefícios da automação de processos é o aumento da produtividade, logo, uma empresa que deixa de investir em novas tecnologias e em procedimentos automáticos tem sua produção bastante limitada.

A falta de automação faz com que processos que poderiam ser executados por máquinas, softwares ou computadores sejam realizados manualmente, reduzindo a eficiência da empresa, e consequentemente, a sua produtividade. Além disso, empresas automatizadas não carecem de controles por meio de planilhas, permitindo que seus esforços sejam totalmente focados nos processos, o que garante melhores resultados.

3. Processos mais confusos

Como as tarefas são realizadas de forma manual, os resultados nem sempre são os mesmos. A falta de padrão nos outputs faz com que os processos tornem-se mais confusos e até mesmo complexos.

Os gestores devem sempre ter em mente que, quanto maior for a complexidade dos processos, maior será o tempo para a execução e mais altos serão os custos. Uma das melhores formas de simplificar os processos e torná-los mais eficientes é por meio da automação.

4. Pior aproveitamento dos funcionários

A falta de automação exige que os colaboradores façam controles paralelos e tenham maior atenção nas tarefas realizadas. Isso aumenta a sobrecarga de atividades, resultando em um pior aproveitamento dos funcionários e, consequentemente, resultados inferiores.

5. Maior custo de operação

Por último, é fundamental citar um dos fatores mais importantes para qualquer empresa: os custos! Quanto menor for a automação da empresa, maior serão os seus custos. Isso porque mais tempo gasto, menor produtividade e pior aproveitamento dos funcionários gera trabalhos mais caros.

Um custo de operação maior, gera um valor mai alto passado aos clientes, que, por sua vez, significa um menor lucro da empresa. Portanto, todo negócio que busca aumentar os lucros não pode deixar de investir em automação.

Agora que você já sabe quais são os principais prejuízos da falta de automação, veja quais cuidados devem ser tomados ao escolher um software ERP buscando melhorar os ganhos da sua empresa!