Processos de importação: automações com uso de robôs

Tempo de leitura: 4 minutos

Hoje em dia, tratamos o comércio exterior com certa particularidade, mas esse segmento vem crescendo concomitantemente ao resto do mundo num ritmo elevado. A quantidade de informações e atividades que recai sobre as empresas e funcionários deste setor é enorme. É por isso que o fluxo tem de ser cada vez mais dinâmico e assertivo – erros, mais do que nunca, são menos tolerados. 

Quando falamos do nosso país, como muitos sabem, além da carga de informações provenientes da atividade global temos que lidar também com as tratativas burocráticas internas. Nos processos de importação, como um todo, existe a obrigatoriedade dos registros do Licenciamento de Importação, da Declaração de Importação e da Nota Fiscal de Entrada. Esses são apenas os documentos mais frequentes, existem muitos outros modelos. 

Mas você já deve saber disso tudo, não é? Deixe que eu te explique agora como automações podem aperfeiçoar seu fluxo nos processos de importação!

A Operação Documental ligada à burocracia brasileira:

Desde 2015 a Receita Federal liberou em caráter oficial plataformas online para registro e consulta de documentos relacionados ao comércio exterior, como uma evolução da plataforma Siscomex, a mesma foi denominada Siscomex WEB Importação.

Além disso também passou a ser disponibilizada a plataforma popularmente conhecida como Siscomex Carga, ou Siscarga, onde são efetuados os registros referentes as movimentações de cargas marítimas em território nacional – estes registros no Siscarga são feitos pelos agentes transportadores. Tudo isso ajudou bastente na otimização do processos de importação.

No Siscomex WEB são feitos os registros do Licenciamento de Importação e da Declaração de Importação. Tais registros são de responsabilidade dos importadores, que depois de receberem a documentação proveniente do exterior, devem utilizar uma ferramenta de gestão para inserir os dados e em seguida, replicá-los no Siscomex, a fim de oficializar a operação.

No Siscomex Carga, os agentes transportadores inserem os dados do transporte marítimo. Em seguida os importadores passam a acessar tais dados de maneira totalmente online, verificando, por exemplo, se já ocorreu a presença de carga para nacionalizar sua mercadoria.

O que são robôs?

Os robôs, como costumamos nos referir, nada mais são do que ferramentas automáticas para envio, busca e atualização de informações provenientes de alguma ferramenta online ou outro sistema de gestão. Um exemplo é o que ocorre no caso das plataformas da Receita Federal, envolvendo pouca ou nenhuma interferência humana.

Os robôs podem te ajudar nos processos de importação?

O uso de robôs nas operações de comércio exterior, não só no processo de importação, visam dois grandes objetivos das empresas: AGILIDADE E SEGURANÇA.

O fato de possuir pouca ou nenhuma interferência humana, indica que as informações provenientes da Web serão inseridas em seu sistema de gestão de maneira automática, baseada em parâmetros de consulta pré-definidos. Isso reduz o nível de interferência que a burocrácia desempenha dentro de seus negócios diários.

Os analistas que recebem as documentações referentes a suas importações, inserem os dados em seu sistema de gestão. Estes dados por sua vez podem ser consolidados e transmitidos ao Siscomex. O robô responsável por tal envio, inclui cada informação no seu devido campo da plataforma Web, sem que o usuário interfira neste processo.

Em seguida um outro robô passa a ser responsável por captar os dados já registrados e recupera-los de maneira oficial (Pós-registro). Após feito isso, ele insere os dados de volta no sistema, cada um em seu devido campo, assim como foi feito no envio de dados.

Note que estes robôs são ferramentas uteis, seguras e rápidas, mas sua eficiência segue a necessidade de uso de uma ferramenta de gestão das operações de Comex, afinal, todos os dados devem ter uma fonte de origem e destino, de modo a serem melhor aproveitados e geridos.Sem duvidas, o investimento em ferramentas de gestão que possibilitem a integração com este tipo de ferramenta é extremamente válido.

Qualquer recurso que visa reduzir o trabalho operacional e a interferência humana pode trazer a curto e médio prazo reflexos extremamente positivos, por exemplo: aprimoramento do fluxo de trabalho de sua equipe, agilidade nos processos e principalmente a redução de erros e retrabalhos, que hoje representam boa parte dos problemas em uma empresa, já que formam gargalos de operações.

Se você ficou interessado em ver isso na prática, que tal conhecer a solução que a Conexos oferece? Nossos consultores estão prontos para fazer uma demonstração para você!

Não gostamos de lotar sua caixa de entrada.

 

Deixe uma resposta