Blog Conexos
multas na importação

Multas na importação: você sabe como evitar?

A importação consiste em um processo comercial e fiscal para trazer um bem (produto ou serviço) do exterior. Essa entrada pode ser temporária ou definitiva, por isso, é importante ficar atento à legislação para evitar a ocorrência de multas na importação.

Receber penalizações legais por conta do descumprimento das exigências é um verdadeiro pesadelo para os empresários — e, claro, os gestores acabam malvistos quando não conseguem evitar problemas nesse sentido.

Embora seja um processo burocrático, é possível melhorar o cenário com cautela, profissionalismo e atenção às mudanças do mercado. Foi pensando nisso que preparamos neste post algumas dicas para ajudar a evitar multas na importação. Confira!

Planeje a importação

Planejar é o primeiro passo para garantir a segurança dos seus negócios. A partir disso, é possível organizar as atividades e descobrir se há necessidade de obter licença ou registro prévio.

Na sequência, faça o levantamento financeiro da operação e das questões documentais e logísticas. Assim, você reduz a possibilidade de multas na importação e consegue ter a previsibilidade de todas as etapas.

Identifique a NCM

A NCM é parte fundamental do processo de importação. Ela é responsável por classificar as mercadorias, entretanto, essa não é uma tarefa fácil. Sem ela, um produto não pode ser movimentado e, caso a informação esteja incorreta, você pagará multa de no mínimo 1% sobre o valor aduaneiro do item.

O procedimento deve, então, ser feito por alguém com domínio técnico na área.  Além disso, é importante ter tempo hábil para identificar a NCM correta, afinal, é por meio desse código composto por oito dígitos que será feita a classificação fiscal, a cobrança de tributos nacionais e os controles administrativos e aduaneiros.

Verifique os documentos de importação

Os documentos descrevem o que está sendo vendido, bem como as condições gerais do negócio. O maior erro das empresas é justamente não verificar esses papéis antes do embarque das mercadorias — e, acredite, muitas falhas ocorrem nesse sentido.

Já pensou que um simples erro de digitação, dados incompletos ou mesmo a falta de alguma assinatura podem prejudicar seu trabalho? Ao realizar uma conferência criteriosa você evita esse tipo de desgaste.

Não se esqueça de conferir também se o preço declarado pelo exportador está correto, afinal, essa é uma das grandes causas de multas na importação.

Fique de olho nas questões legais

Além de prejuízos financeiros, as multas na importação também podem prejudicar juridicamente o seu negócio. Dessa forma, você deve analisar os procedimentos legais que envolvem as negociações.

Em alguns casos, é obrigatório ter certificações em instituições como Anvisa e Inmetro. É importante também ficar atento às mudanças na legislação, já que existem muitas regras.

Invista em um sistema de gestão que evite multas na importação

Por fim, invista em um sistema de gestão para acompanhar todas as etapas do trabalho. Como eles integram todas as áreas da empresa, fica mais fácil reduzir a incidência de falhas. Esse tipo de tecnologia beneficia a empresa de várias formas, como aumento da produtividade, redução de custos e prevenção contra multas na importação. O Conexos Cloud pode ser uma das soluções para você!

Evitar multas na importação é mais fácil do que você imagina. Siga essas dicas de forma criteriosa e garanta maior segurança para o seu negócio.

Quer continuar por dentro de informações úteis para o seu negócio? Assine agora mesmo a nossa newsletter e receba conteúdos diretamente no seu e-mail!

Receba grátis o melhor conteúdo de COMEX!

Uma newsletter intuitiva e completa sobre comércio exterior e logística.

Adicionar Comentário