Conheça os Custos de Armazenagem e saiba como reduzi-los

Tempo de leitura: 5 minutos

Para que uma mercadoria chegue até o ponto de venda final, ela precisa passar por diversas etapas, uma delas é a armazenagem. Essa etapa do processo logístico, assim como todas as outras, possuem custos que influenciam diretamente na precificação de um produto. 

Neste texto vamos entender quais são os principais custos de armazenagem e como reduzi-los

Quando falamos de armazenagem é necessário compreender um espaço físico disponível para alocar mercadorias específicas por determinados períodos.  Levando em consideração os Custos de Armazenagem, existem duas situações a se considerar, os custos fixos e os custos variáveis de armazenagem. Coloque na ponta do lápis os custos fixos dessa conta que influenciam diretamente no investimento final:

Custos Fixos:

  • Aluguel, mesmo que a mercadoria não esteja presente no local;
  • Local e manutenção de armazenagem;
  • Despesas como água e energia;
  • Impostos; 
  • Funcionários, mão de obra;
  • Patrimônio, máquinas e equipamentos de manejo, como por exemplo os paletes e mobiliário. 

Além dos custos fixos, outras informações sobre o produto ou mercadoria devem ser levadas em consideração na hora de fazer o cálculo dos custos, como a necessidade de movimentação, transporte de uma carga de um ponto para outro dentro do mesmo depósito, combustível, entre outros fatores. Por isso é importante ter em mente quais serão os Custos Variáveis, pois cada produto ou mercadoria possui peculiaridades, que tornam algumas mais onerosas do que outras.

eBook sobre Notas Fiscais de Importação e Exportação

É necessário fazer uma análise de todas as informações que podem influenciar a qualidade do armazenamento do seu produto ou mercadoria e que também entrarão no custo de armazenagem:

Custos Variáveis:

  • Quantidade de produtos;
  • Tempo que armazém ficará disponível para a mercadoria; 
  • Preço de cada caixa, embalagem
  • Coeficiente de armazenagem, quanto custa guardar cada caixa, levando em consideração o percentual do preço do produto.

Através dessa análise de custos variáveis de armazenagem, podemos destacar um exemplo, os produtos perecíveis, como as frutas e carnes que precisam de um alocamento diferenciado e controle de temperatura. Ou seja, a quantidade de variáveis muda de acordo com a complexidade de armazenamento do produto em questão.

Como reduzir custos de armazenagem com a tecnologia

Além de considerar os custos de armazenagem é preciso compreender que todo o processo precisa ser organizado e gerido, para que não haja intercorrências, perdas, danos ou avarias nos volumes armazenados ou em movimentação. Por isso a utilização da tecnologia proporciona benefícios para prevenir problemas.

Benefícios como a automatização, alertas informativos, entre outros, auxiliam em todo o processo logístico para reduzir os custos de armazenagem, desde o agendamento de recebimento até a entrega. Confira as etapas do processo de armazenagem:

 

  • Agendamento de recebimento: Registrar em que horário e local uma operação deverá ser executada, realizando cálculo de recursos e tempo para que aquela operação seja executada;

  • Recebimento: Todos os volumes são conferidos, caso haja alguma inconsistência, ela deverá ser registrada no sistema utilizado;

  • Endereçamento: É necessário fazer cálculos, para identificar espaços disponíveis para a emissão de etiquetas de códigos de barras, para fixar nos volumes que serão armazenados;
      
  • Armazenamento: Nessa etapa é identificado e registrado no sistema quais equipamentos serão necessários para realizar a operação. A orientação acontece a partir de endereços fixos dentro do próprio armazém;
     
  • Separação: A cada ordem de separação, o sistema utilizado mostra onde está o item solicitado e indicando os equipamentos necessários para a operação, orientando em qual endereço o produto está para ser retirado;

  • Conferência: O endereço e volume pode ser identificado pelo sistema através do código de barra, que está fixado na estrutura, caixa ou volume solicitado;
      
  • Expedição: Nessa etapa os itens devem ser separados e conferidos mais uma vez, para serem direcionados para uma outra área específica para o embarque ao destino final;

  • Entrega: O sistema utilizado envia uma mensagem ou sms, notificando que o item foi entregue;

 

Ao entender os principais processos e custos de armazenagem, é necessário fazer um o cálculo utilizando a fórmula CA = (Q/2 x) T x P x I.

  • CA = Custo de Armazenagem;
  • Q = Quantidade de material em estoque no tempo considerado;
  • T = Tempo considerado de armazenagem;  
  • P = Preço unitário do material;
  • I = Taxa de armazenamento, expressa geralmente em termos de porcentagem do custo unitário. 

A utilização de um sistema Warehouse Management System (WMS) ou um sistema ERP integrado, ajudará no acompanhamento e monitoramento em tempo real dos cálculos, dos dados e informações geradas, na redução dos níveis de estoque a partir da análise de histórico. 

E assim, contribuindo para a organização do espaço físico do local, através da identificação digital do endereçamento das prateleiras e corredores tendo total controle de entrada e saída dos itens, proporcionando uma boa margem de lucro para o seu negócio.

Conheça no Módulo Estoque do Conexos Cloud, com recursos inteligentes e seguros, ele auxilia com simplicidade a gestão e o controle do estoque da sua empresa. Conhecer Módulo Estoque.