Curva ABC de estoque: saiba todas as informações do recurso!

Tempo de leitura: 4 minutos

A curva ABC de estoque é um recurso bastante valorizado entre os gestores contemporâneos. E não é para menos! A ferramenta é uma ótima alternativa para aprofundar o conhecimento operacional e, de quebra, maximizar os retornos da área.

Se você deseja entender um pouco mais sobre o assunto, encontrou o conteúdo certo! No texto, você vai saber um pouco mais sobre o conceito e visualizar como aplicá-lo ao seu cotidiano de trabalho. Além disso, também verá porque é válido investir na métrica. Vamos em frente e boa leitura!

O que é a curva ABC de estoque?

A curva ABC é um conceito bastante utilizado nas empresas contemporâneas, integrando o rol de métricas que auxiliam o gestor a tomar as melhores decisões para o negócio.

No estoque, a curva ABC se dedica a classificar os itens armazenados de acordo com sua posição estratégica, agrupando-os por nível de importância. Geralmente, a variável adotada é o valor agregado. e seu cálculo difere de empresa para empresa.

É comum, porém, que exista uma segmentação de análise para produtos acabados e para matérias-primas. No primeiro caso, o preço de produção e a margem de contribuição podem ser apontados na composição de valor. No segundo, o custo de aquisição e o risco de depreciação são habitualmente levantados.

Em quais áreas é possível adotar a curva ABC de estoque?

A curva ABC é um indicador bastante preciso e pode nortear uma série de análises e decisões, extrapolando a visão restrita do estoque. Considerando as operações rotineiras da empresa, é possível aplicar a lógica do agrupamento e da priorização em diversos procedimentos, tais como:

  • classificação de produtos: ajudando na construção da estratégia de mercado a partir dos objetivos específicos para cada item (considerando sua potencial depreciação, por exemplo);
  • conhecimento do percentual e do peso de cada item: garantindo a tratativa correta de recebimento e armazenamento da mercadoria;
  • identificação dos melhores clientes: aprimorando processos comerciais e de pós-venda, com o objetivo de maximizar o lucro de cada transação.

Dessa forma, não seria equivocado dizer que a métrica da curva ABC pode (e deve) ser empregada nas mais diversas esferas do negócio. Afinal, os resultados são consistentes e podem ser sentidos já no curto prazo.

Por que a curva ABC de estoque é eficiente?

Por fim, embora não menos importante, é válido ressaltar que a curva ABC de estoque é uma ferramenta bastante eficaz na administração dos recursos corporativos.

Ao entender seu estoque como uma operação estratégica, e não mais como capital congelado, o gestor tem mais segurança nas análises de seus cenários e pode tomar decisões de impacto com mais transparência e autonomia.

Na prática, a curva ABC de estoque é um mecanismo para alavancar os procedimentos cotidianos e, ao mesmo tempo, embasar o crescimento empresarial de forma sinérgica, orgânica e crível. Ao priorizar indicadores claros, o líder potencializa sua capacidade analítica e consegue angariar resultados cada vez mais positivos.

O conteúdo foi útil e você deseja continuar expandindo seus conhecimentos no assunto? Ótimo! Aproveite para entender quais são os principais documentos para a importação. Sucesso e até a próxima!