7 maneiras de diminuir gastos na empresa sem prejudicar o negócio

Tempo de leitura: 3 minutos

Não importa o estado da economia, diminuir gastos na empresa é uma prática recorrente. Embora, pareça uma contradição, isso é bom: o melhor uso de recursos implica produtos e serviços mais competitivos, posicionamento de mercado prudente e margem de lucro mais alta.

E uma análise minuciosa das contas da organização certamente mostrará que há muitas áreas que podem otimizar seus gastos: da gestão estratégica aos recursos humanos, passando pela tecnologia, marketing e logística. Quer saber como? Veja, a seguir, a lista que preparamos para você:

1. Faça uma análise de custos

O primeiro passo é fazer uma avaliação para saber onde é possível cortar verbas, para não atingir recursos importantes para os resultados da companhia. Os cortes têm de afetar apenas aqueles custos cuja participação no lucro é pequena — como os que não incluem a produtividade e o bem-estar dos funcionários.

Quando optar por reduzir verba, é preferível evitar os cortes horizontais, que aplicam a mesma porcentagem para todos os produtos. Em vez disso, vale avaliar quais itens colaboram mais para o lucro e cortar o orçamento de produtos que geram menos rendimentos.

2. Engaje sua equipe

Os colaboradores são protagonistas da redução de custos. É fundamental, portanto, que sejam engajados na diminuição de gastos na empresa. Para isso, devem ser envolvidos na definição de metas com base no estudo dos custos. Assim, é possível estabelecer os caminhos para alcançar esses índices.

3. Otimize processos

A otimização de processos ajuda no ganho de qualidade e na redução de tempo da operação. Um Enterprise Resource Planning (ERP) pode ser a resposta nesse caso para fazer a gestão integrada do negócio. Com ele, em vez de manter diversos softwares independentes, tem-se uma solução única de gerenciamento.

4. Dê atenção à logística

Ter uma frota de veículos implica custos com manutenção, seguro, impostos e depreciação. O transporte de funcionários e os serviços de entrega, por exemplo, podem ser terceirizados para que o número de viagens seja otimizado e o gasto, reduzido.

5. Mantenha o bom relacionamento com clientes

Ao cortar custos, é essencial manter a atenção na qualidade e na eficiência do atendimento, para não causar uma percepção negativa no consumidor. Um bom suporte para esse atendimento são as redes sociais, que têm bom custo-benefício.

Mantenha, porém, o foco nos clientes leais à marca (ou com maior potencial de compra): use as informações sobre as preferências desses consumidores, como seus produtos prediletos, para informá-los quando houver novidades ou promoções. Paralelamente, mantenha canais de comunicação para receber feedback.

6. Invista em comunicação

O gasto com telefonia tem, em geral, impacto alto nos custos da organização. Empresas com filiais ou unidades interligadas podem economizar usando ferramentas de voz sobre IP (VoIP), como o Skype, no lugar de soluções tradicionais de comunicação.

Outra opção é negociar um pacote melhor com a empresa de telefonia de acordo com o perfil de ligações da companhia.

7. Poupe energia

Mudanças na estrutura, nos equipamentos e nos hábitos podem diminuir gastos com energia elétrica na organização. É possível trocar lâmpadas antigas pelos modernos modelos de led.

Além disso, invista em campanhas de comunicação interna é essencial: diga aos colaboradores que não deixem seus monitores ligados quando deixarem o trabalho, por exemplo. O ideal é que, após uma análise das contas e hábitos dos empregados, você saiba quais pontos podem ser alvo da economia.

Gostou dessas dicas de como diminuir gastos na empresa? Quais boas práticas já são realizadas na sua empresa? Deixe seu comentário abaixo e divida a sua experiência conosco!

Quer saber mais sobre gestão e comex sem ter nenhum trabalho?

Inscreva-se e receba nossos artigos direto no seu e-mail! Muito mais prático, não é?

Deixe uma resposta