Fintech, tecnologia aliada a finanças, conheça mais!

Tempo de leitura: 3 minutos

O uso da tecnologia vem superando expectativas em diversas atividades do nosso dia a dia e uma delas é sobre as finanças. Um termo que se popularizou e que define muito bem essa realidade são as Fintechs, que de forma literal é a junção das palavras inglês em financial + technology.  

Segundo números divulgados pela Fintechlab, um hub para conexão e fomento do ecossistema de fintechs nacional, no evento CIAB FEBRABAN 2019, até junho foram contabilizadas 604 iniciativas de eficiência financeira em atuação no Brasil, um crescimento de 33% comparado ao mesmo mês do ano passado.

Muito além do que um termo, as Fintechs são startups que tem como base a tecnologia, para oferecer produtos e serviços financeiros para pessoas física ou jurídica, de forma inovadora e otimizada. Em uma ideia inicial é possível fazer uma breve associação com as agências bancárias, mas as Fintechs vão além por diversos fatores, um desses é o modelo escalável

Como as Fintechs utilizam a tecnologia como base e não necessitam de um espaço físico para existir, o crescimento dessas startups ocorrem de forma acelerada em um pequeno espaço de tempo. Isso significa que elas proporcionam muito mais agilidade e acessibilidade eficiente para quem utiliza alguns dos serviços. 

 

Como e quais serviços das Fintechs posso utilizar?

Ou seja, todo processo de cadastramento e funcionalidades estão disponíveis em aplicativos móveis para Smartphone e sites, de forma totalmente descomplicada. Tornando o mercado de Fintechs com um custo benefício bastante elevado, já que essas empresas possuem custos operacionais muito menores comparadas às instituições tradicionais do setor, como por exemplo:

  • Conta bancária digital;
  • Créditos;
  • Pagamentos;
  • Investimentos;
  • Empréstimos;
  • Seguros;
  • Gestão Financeira e entre outros!

 

 

Utilizar serviços de Fintech é seguro?

Como foi dito anteriormente, a base das startups de serviços financeiros ocorre na internet, é normal pensar como utilizá-los de forma segura. As fintechs estão consolidadas a partir de investimentos de grandes empresas, ou seja, para que uma startup desse setor atue de forma efetiva, ela precisa passar por diversas avaliações. As fintechs de crédito por exemplo atuam como correspondentes bancários e seguem a Resolução nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 do Banco Central.

Mas mesmo antes de tomar qualquer decisão, sobre qual Fintech e serviço utilizar, é necessário fazer pesquisas e encontrar uma que transpareça mais confiança.

 

Deixe uma resposta