4 indicadores essenciais de desempenho da equipe para acompanhar

Tempo de leitura: 3 minutos

É indispensável acompanhar bons indicadores de desempenho da equipe. Com isso, é possível tomar decisões estratégicas de forma mais ágil e assertiva, como: investir em novos projetos, treinar equipes ou promover os funcionários que se destacam.

Para ficar mais claro, um indicador-chave de desempenho (ou KPI) funciona como um termômetro, avaliando o grau de engajamento do seu time. Esses indicadores podem estar relacionados a diversas coisas, como a satisfação dos clientes ou o número de vendas.

Pensando nisso, criamos um post especialmente para você. Hoje, vamos abordar os principais indicadores de desempenho da equipe para se acompanhar. Boa leitura!

1. Fator de absenteísmo Bradford

O acúmulo de faltas dos funcionários podem causar grandes perdas para a empresa e suas equipes. Quando um colaborador se ausenta, outro funcionário fica sobrecarregado, e o número de erros e problemas internos também tende a crescer.

Além disso, o excesso de faltas é uma clara demonstração de baixo comprometimento. Veja como calcular o nível de absenteísmo da equipe:

Bradford = número de episódios de ausência x número de episódios de ausência x total de dias faltados

Para ficar mais claro, imagine que um dos colaboradores teve cinco casos de ausência em um ano, cada um com dois dias de falta (5x5x10). Nesse caso, o resultado final é de 250 pontos. Esse deve ser o limite, acima disso é indicado que uma advertência seja atribuída ao funcionário.

2. Nível de satisfação dos clientes finais

A satisfação dos clientes finais também diz muito sobre o comprometimento de uma equipe. Para calculá-lo, é indicado que utilize o NPS (net promoter score). Para isso, basta fazer a seguinte pergunta aos clientes:

“Em uma escala de 0 a 10, o quanto recomendaria nosso estabelecimento para um amigo?”

Todas as respostas entre 0 e 6 representam clientes detratores, que estão insatisfeitos com o atendimento. Notas de 7 a 8 representam clientes neutros. Notas de 9 a 10 representam clientes promotores, que estão felizes e indicariam a empresa.

Desse modo, saberá como tem sido o desempenho da sua equipe em relação ao atendimento dos clientes finais. Quando mais felizes estiverem, melhor para todos!

3. Taxa de conversão de vendas

Uma boa equipe, além de atender bem, consegue fechar diversos negócios e garantir a rentabilidade da empresa. Por isso, é indicado que se calcule a taxa de conversão. Para identificá-la, basta utilizar o seguinte cálculo:

Taxa de conversão = número total de vendas efetivadas / número de propostas emitidas no mesmo período

4. Valor médio das vendas (Ticket Médio)

Esse indicador é muito utilizado pela área financeira, mas também pode representar de modo eficiente o desempenho de uma equipe. Quando o time está bem treinado e comprometido, consegue realizar vendas mais robustas e lucrativas para a empresa.

Ticket Médio = faturamento bruto de determinado período / número de vendas efetivadas

Um bom ticket médio deve cobrir os custos: do produto/serviço, de aquisição de novos clientes e de manutenção da companhia. Então, incentive sua equipe a fechar acordos cada vez melhores, maiores e mais lucrativos.

Veja, são quatro indicadores incríveis e fáceis de acompanhar. O mais indicado é que, com eles, você gere feedbacks contínuos de melhoria para a sua equipe. Assim, será possível manter todos os funcionários alinhados, informados e realmente produtivos.

Agora que está por dentro do assunto e conhece os principais indicadores de desempenho da equipe, aproveite para multiplicar esse conhecimento. Compartilhe nosso post em suas redes sociais. Vamos lá!

Quer saber mais sobre gestão e comex sem ter nenhum trabalho?

Inscreva-se e receba nossos artigos direto no seu e-mail! Muito mais prático, não é?

Deixe uma resposta