Blog Conexos

Indústria 4.0: agora é a hora?

Voiced by Amazon Polly

Este termo, indústria 4.0, apesar de não ser tão recente tem ecoado cada vez mais nos tempos atuais, com o advento da nova forma de produzir e de toda tecnologia envolvida, resultado da quarta revolução industrial, trazendo um grande avanço entre a relação do homem com a máquina.

O Brasil, apesar de atrasado em diversos campos também está inserido neste novo “movimento’’ que teve início na Alemanha como um projeto de estratégias do governo, O termo foi usado pela primeira vez na Feira de Hannover em 2011. Seu fundamento básico implica que conectando máquinas, sistemas e ativos, as empresas poderão criar redes inteligentes ao longo de toda a cadeia de valor que podem controlar os módulos da produção de forma autônoma. Ou seja, as fábricas inteligentes terão a capacidade e autonomia para agendar manutenções, prever falhas nos processos e se adaptar aos requisitos e mudanças não planejadas na produção.

A modernização da Indústria no processo produtivo

A indústria 4.0 é, hoje, o que impulsiona uma série de avanços no processo produtivo, trazendo um aspecto mais elaborado em relação ao uso da tecnologia, elevando o ideal de automatização para um patamar bem acima do que a indústria está habituada.

A Indústria 4.0 é a união dos avanços tecnológicos mais recentes, tais como:

  • Inteligência Artificial;
  • Big Data;
  • Internet das Coisas;
  • Machine Learning.

Em razão da sua íntima relação com os atributos acima a indústria 4.0 efetiva um fenômeno bastante amplo dentro das organizações, transformando a maneira como máquinas se comunicam e utilizam as informações para otimizar o processo de produção, tornando-o mais econômico, ágil e autônomo.

O novo modelo das fábricas também atende outra demanda importante: a exigência do consumidor final. A procura por produtos personalizados, customizados e exclusivos ganha força. Com a tecnologia de automação na indústria 4.0 é possível modificar detalhes e adereços no decorrer da confecção.

E quais são as bases da Indústria 4.0?

A Indústria 4.0 baseia seu desenvolvimento e implementação em algumas premissas que podem traduzir os sistemas de produção inteligentes que ainda surgirão:

  1. A capacidade operacional otimizada: propõe o recebimento e análise de dados a uma velocidade jamais vista;
  2. A virtualização das informações: a criação de uma cópia virtual das fábricas inteligentes que permite o rastreamento e monitoramento remoto de processos;
  3. A descentralização do trabalho: será aprimorado os processos de produção através dos módulos da fábrica inteligente que atuarão de maneira descentralizadas;
  4. A orientação a serviços: Software orientados por serviços ligados ao Internet of Services.
  5. A modularidade: flexibilidade para a modificação de tarefas de dispositivos com maior facilidade.

Como funciona a Indústria 4.0 na prática?

Na prática, a Indústria 4.0 parte do princípio de que, ao conectar máquinas, sistemas e pessoas, criam-se redes inteligentes por toda a cadeia produtiva. Assim, é possível, por exemplo, prever e evitar falhas processuais, se adaptar com mais agilidade às mudanças não planejadas e adquirir maior autonomia no controle de diversas ações.

As soluções tecnológicas que marcam a Indústria 4.0, bem como a convergência delas, permitem que haja maior integração entre homem e máquina. Isso afeta não só o campo do trabalho, mas também a forma com que os processos são realizados e no surgimento de novas ideias.

A proposta da Indústria 4.0 é revolucionar a maneira com que produtos e serviços são gerados, conectando “mundo real” e “mundo virtual”. Por exemplo, sistemas ciberfísicos promovem a troca de dados, em tempo real, entre máquinas e dados e permitem uma gestão mais eficiente de toda a cadeia produtiva.

Essa produção inteligente propiciada pela quarta revolução industrial conecta diferentes etapas de um processo e partes interessadas, como clientes, fornecedores e parceiros. Criando uma verdadeira ruptura da forma de se relacionar, desde o início do processo até o consumidor final.

Como se preparar para essa ruptura?

Apesar de recente, a Indústria 4.0 já propõe modificações na realidade operacional das indústrias. Essas mudanças afetarão todo o cenário mercadológico visto que darão início aos novos modelos de negócios que modificarão a entrega de resultados para os clientes. As fábricas inteligentes serão capazes de desenvolver produtos personalizados que atendem o anseio do cliente deixando-os satisfeitos com o serviço oferecido.

Vale destacar que os profissionais precisarão se capacitar e se adaptar a essa nova situação de mercado em que trabalhos manuais e repetitivos estão se tornando raros. Em contrapartida, a demanda por novas pesquisas e desenvolvimento aumentarão numa intensidade jamais vista, proporcionado novas oportunidades aos profissionais tecnicamente qualificados.

Neste momento entra em questão a utilização de ERP’s para gerir os processos de uma empresa, sendo peça fundamental nesta era de avanços tecnológicos. Sabemos que muitas empresas acabam focando muito tempo em tarefas que podem ser feitas em segundos por um software inteligente. 

O Conexos Cloud proporciona um ambiente altamente corporativo em todas as áreas da empresa, organizando, oferecendo soluções e reduzindo os investimentos em TI. 

Simplificando, o objetivo comercial das aplicações i-ERP Conexos Cloud:  

  • ​Gerenciar a redução de custos e aumentar a eficiência dos processos em toda a organização; 
  • Ganho de agilidade organizacional;
  • Identificar novas formas de receita e ajudar a organização a minar rapidamente esses fluxos.

A integração de todos os 28 módulos do Conexos Cloud contribui para uma visão ampla de todos os projetos, sem precisar usar outras plataformas. Tudo dentro de uma mesma interface, segura e simples. Mais uma das soluções do Conexos Cloud que foi pensada especialmente para você e sua empresa. Quer saber mais? Entre em contato conosco.

César Schroeder

Receba grátis o melhor conteúdo de COMEX!

Uma newsletter intuitiva e completa sobre comércio exterior e logística.

Adicionar Comentário