Logística de importação: 5 práticas para tornar esse processo mais eficaz

Tempo de leitura: 4 minutos

A medida em que novas empresas vão surgindo e novos produtos vão sendo produzidos, a concorrência aumenta entre os personagens de um nicho de mercado. Com isso, a necessidade de se produzir algo diferente e inovador frente a concorrência vem se tornando, cada vez mais, um desafio a ser superado. Para tanto, é fundamental conhecer boas práticas a fim de garantir uma otimização na logística de importação.

Uma vez que adotadas algumas práticas, todo o processo se tornará mais eficiente, proporcionando benefícios para uma empresa importadora que visa melhorar seus processos de forma sustentável de modo a não aumentar o preço de seus produtos no mercado.

Quer saber como isso é possível? Neste artigo você encontrará algumas práticas que trarão ótimos benefícios para sua empresa. Aproveite e boa leitura!

1. Simule os custos operacionais com a logística de importação

Ter previsibilidade de custos é uma ótima estratégia e uma prática que não pode estar fora de seus processos de importação. Hoje, como as empresas tendem a ter contratos firmados com seus fornecedores, fica mais fácil ter acuracidade na estimativa de custos em cada etapa do processo, uma vez que a variação será mínima.

A principal variável nessa prática será a taxa de conversão cambial.

2. Avalie sua necessidade em receber os produtos

Nessa prática você deve analisar suas opções de modal de transporte para um determinado embarque. Se o produto está dentro de seu timing de necessidade de recebimento e distribuição, a melhor alternativa é optar pelo transporte marítimo.

Por outro lado, se houver urgência no recebimento dos produtos e distribuição para atender a uma demanda atípica, o melhor é optar pelo transporte aéreo. Desta forma, será possível ter um transit time mais curto para a sua mercadoria, entretanto, vale frisar que o valor de frete internacional aqui é bem mais caro que no transporte marítimo.

Para que seus dispêndios não sejam absurdamente caros, garanta um contrato com um agente de frete internacional aéreo. E já que estamos falando de contratos, veja agora a terceira prática para otimização nos processos de logística de importação:

3. Estabeleça contratos com fornecedores

Na primeira prática, falamos que as empresas tendem a ter contratos firmados com prestadores, o que é uma ótima estratégia, mas, infelizmente, muitas organizações não dão importância para isso e, a cada demanda, solicitam o serviço de um prestador de serviço diferente, evitando a possibilidade de economizar significativamente no médio a longo prazo e, também, de estruturar um relacionamento e atendimento diferenciado.

Quando temos contratos firmados, evitamos que o serviço contratado seja orçado com base em uma tabela pública. Com a cobertura de um contrato legal é possível acionar o prestador sempre que necessário enquanto o contrato estiver vigente e, assim, ter um parceiro que aprenda sobre o seu negócio, podendo lhe atender de forma mais eficiente. A eficiência é a essência das práticas de logística de importação.

4. Estruture parcerias com fornecedores estrangeiros

Nesta prática é aconselhável que se verifique o nível de credibilidade de um fornecedor no comércio internacional, além de verificar seus processos e certificações especiais para atuar no comércio exterior. Também é útil analisar se o produto e as práticas do fornecedor atendem as expectativas de sua empresa no que diz respeito à sua demanda e facilidade de distribuição após a entrega.

5. Garanta que a documentação esteja em ordem

Esta prática é fundamental e básica para garantir a eficiência e o sucesso da operação.

Para isso, é importante que sua empresa adote alguns KPIs (sigla em inglês para Key Performance Indicator). Com esses indicadores, será possível medir como está o fluxo de submissão da documentação por parte da origem para análise, bem como para medir o prazo de retorno com a confirmação ou instruções de correção. O ideal é que a carga chegue ao Brasil com toda a documentação já em ordem.

Colocar estas práticas para funcionar não será uma tarefa difícil e o melhor: é possível padronizar seus procedimentos num curto prazo, o que é muito bom para a sua empresa, não é mesmo?

Agora que você conhece essas práticas de logística de importação, não perca tempo para sair na frente. E se gostou do nosso artigo, aproveite para nos seguir em nossas redes sociais. Estamos no Facebook e no Linkedin.