Nacionalização de mercadorias: entenda o que é e sua importância

Tempo de leitura: 3 minutos

Importar produtos é algo muito comum devido à globalização. Entretanto, existem uma série de cuidados para evitar problemas legais, como retenção na alfândega, por exemplo. Compreender a nacionalização de mercadorias é fundamental para garantir que os produtos adquiridos pela sua empresa entrem devidamente no país.

Por essas razões, no post de hoje falaremos um pouco mais sobre o assunto. Confira!

Como funciona o processo de importação de mercadorias?

A importação de mercadorias é dividida em três fases específicas, sendo elas:

  • administrativa: autorização para importação, que deve ser obtida junto ao poder público;
  • cambial: pagamento ao fornecedor do produto exportado (o pagamento é feito em moeda estrangeira);
  • fiscal: retirada de produtos na alfândega.

Além disso, as importações são divididas em definitivas ou não definitivas. No primeiro caso, referem-se aos produtos que são nacionalizados, ou seja, são transferidos para a economia local, por meio de declaração de importação. Já no segundo não ocorre o processo de nacionalização de mercadorias.

Qual é a importância da nacionalização de mercadorias?

Primeiramente, é necessário diferenciar mercadorias nacionais de nacionalizadas.

O produto nacional é aquele produzido ou modificado industrialmente no próprio país, enquanto o nacionalizado é fruto de importação definitiva. Por isso, a tributação de produtos nacionais e importados ocorrem de formas distintas.

Nesse sentido, a nacionalização de mercadorias é de fundamental importância para assegurar benefícios econômicos para o país, uma vez que, após esse processo, ela pode circular livremente em todo território nacional brasileiro.

Além disso, o produto nacionalizado pode receber a aplicação de novo rótulo ou etiqueta contendo as informações indicadas pelo cliente. Assim, será associado à marca nacional, evitando prejuízos financeiros e a perda de clientes.

Quais são os cuidados para evitar problemas durante a nacionalização de mercadorias?

O processo de nacionalização de mercadorias deve ser realizado de forma rápida e flexível, com o uso de soluções modernas para controle e acompanhamento de todas as movimentações, a fim de evitar problemas com prazos, segurança, perda de mercadorias e legalidade do procedimento.

Ademais, ainda é preciso ter alguns cuidados, como:

  • ficar atento as fases, documentos e procedimentos necessários para nacionalizar um produto. E vale lembrar que a maior parte das informações são preenchidas no SISCOMEX, mas acompanhar e organizar todas essas informações não é tarefa fácil, por isso, a tecnologia é uma grande aliada nesse processo;
  • os documentos de licença de importação, declaração de importação e comprovante de importação devem estar acessíveis para consulta;
  • o gestor de comex deve garantir que toda a equipe detenha os conhecimentos necessários para realizar a nacionalização de mercadorias da forma correta.

Seguindo essas instruções básicas, sua empresa consegue evitar o pagamento de taxas não previstas, penalizações legais e, é claro, prejuízos por conta da perda de mercadorias.

Quais são os benefícios da nacionalização de mercadorias?

De modo geral, podemos dizer que a nacionalização de mercadorias beneficia a sociedade como um todo. Quer saber como? Veja abaixo:

  • as indústrias conseguem manter a sua capacidade produtiva, mesmo em cenários de crise;
  • a importação de mercadorias possibilita à empresa comprar de vários fornecedores distintos;
  • as empresas de comércio exterior conseguem estreitar relações com importadores e fornecedores de todo o mundo — dessa forma, consegue-se encontrar os melhores produtos e soluções;
  • a nacionalização de mercadorias ainda aumenta a vantagem competitiva das indústrias e empresas de comércio exterior e, com isso, é possível oferecer um melhor custo-benefício para o consumidor final.

Por fim, vale lembrar que, quando opta pela contratação de uma Comex, a empresa faz essa escolha devido à rapidez, flexibilidade e, principalmente, pela segurança oferecida pelo serviço. Então, tenha em mente que você precisa inovar sempre para surpreender e satisfazer as necessidades do seu cliente.

Então, gostou deste post? Agora, que tal compartilhá-lo em suas redes sociais?

Deixe uma resposta