O que é outsourcing internacional? Descubra tudo sobre AGORA!

Tempo de leitura: 6 minutos

Inovação metodológica e tecnológica é a chave para que a sua empresa continue a crescer de forma estável e duradoura. Recentemente, a estratégia que vem ganhando destaque por oferecer esse tipo de aprimoramento chama-se outsourcing.

Quando um negócio requer serviços, profissionais ou está buscando competências que estão indisponíveis internamente, é possível contratar outra organização para prover essa demanda. Essa ferramenta é conhecida como terceirização, ela ocorre na contratação de outra empresa para prestar serviços e prover mão-de-obra operacional para a realização de atividades de natureza secundária.

Enquanto a terceirização é somente a contratação de outro empresa para prestar serviços de natureza secundária, o outsourcing é mais específico, pois está ligado diretamente à prestação de serviço do Core Business da empresa ou seja, focada em gerar resultados, em relação aos principais objetivos da empresa e em ações estratégicas.

“Alguns exemplos:

  • Terceirização – prestação de serviços de limpeza, segurança patrimonial e transportes;

  • Outsourcing sistemas de TI, gerenciamento financeiro, operações de venda e processos de divulgação”. 

 


Além dessa diferença entre os termos, podemos destacar as diferentes especificações do OUTSOURCING:

  • Onshore: São contratações de serviços de empresas situadas no mesmo país;

  • Nearshore:  Os serviços contratados desta categoria estão localizados em empresas de países próximos, com o mesmo fuso horário e idioma e com culturas similares;

  • Offshore: A contratação dos serviços nessa categoria pode ser mais econômica, por reduzir ao máximo os custos com o setor, ao contratar empresa de países em desenvolvimento, como por exemplo a Índia e a China.

Sendo assim, o Outsourcing Internacional está inserido nas categorias Nearshore e Offshore. Serviços que estão principalmente voltados para estratégias de soluções tecnológicas. Essas estratégias podem se expandir para o cenário mundial, trazendo novos benefícios para a empresa que as implanta. 

Como a sua empresa pode ser beneficiada?

  • Economia de recursos financeiros:

A decisão de utilizar os serviços de outra empresa surge da avaliação entre o desempenho atingido internamente e a economia obtida com a terceirização. Desse modo, se uma organização externa oferece os mesmos resultados ou superiores por um custo inferior, então é favorável optar por essa mudança.

  • Acesso à tecnologia de ponta:

Muitas vezes as fronteiras geográficas podem representar barreiras ao acesso à novas tecnologias e profissionais qualificados. No caso da tecnologia de informação, por exemplo, o outsourcing internacional pode representar a transferência de provedores e servidores, sistemas e profissionais. Por esse motivo, as empresas contratantes têm acesso à infraestrutura completa para as suas necessidades.

  • Integração dos sistemas de gestão:

O outsourcing pode ser considerado também uma ferramenta de gestão que permite o compartilhamento de informações entre uma empresa e as suas prestadoras de serviço. Para que essa conexão seja completamente integrada, é fundamental contar com sistemas como o i-ERP, que cuidam da automatização de tarefas, permitem o registro das atividades e garantem o controle de todo o processo operacional e segurança.

eBook sobre Processos de Importação

  • Segurança de dados: 

Pequenas, médias e grandes empresas podem contratar serviços de outsourcing, mas cada uma delas enfrentam desafios particulares na hora de tomar essa decisão.

As pequenas empresas precisam executar processos, porém não possuem expertise em todas as áreas necessárias para manter a estabilidade de uma empresa.

As médias empresas possuem um número considerável de colaboradores, por isso precisam escolher com cautela e estratégia uma empresa de outsourcing para atuar nas demandas e processos necessários.

Já as grandes empresas possuem o desafio de terem em segurança todas as informações e dados internos. 

Tendo em vista essa preocupação das grandes instituições, existem normas internacionais de controle interno que contribuem para a segurança de informações e dados. O Compliance é uma política documentada, que garante que a empresa de outsourcing tenha:

  • regras rígidas em relação à legislação do segmento onde ela está inserida;

  • Métodos e controles internos, que evitam fraudes, corrupção, sonegação e uso de mão de obra escrava, através da utilização do  Código de Defesa do Consumidor e das principais normas de qualidade do mercado (como a ISO);

  • Além da necessidade do cumprimento da lei decretada pelo Governo, especificada para a relação de trabalho de empresas prestadoras de serviços e terceirizações. 

Desta forma, o Compliance assegura questões importantes para as empresas que querem contratar processos e serviços oferecidos. Através desta política, as empresas de Outsourcing podem provar ética e credibilidade de mercado para os clientes, governo, fisco e sociedade. 

  • Crescimento econômico internacional:

Esse cenário funciona como incentivo à criação de novos negócios, em escala global, e ao desenvolvimento de novas tecnologias. Isso significa que o mercado se torna mais competitivo e há espaço para que tanto os pequenos empreendedores como as grandes corporações possam atuar em seus respectivos nichos de forma equilibrada. 

Os países em desenvolvimento, como a China e Índia, tem grande participação no mercado mundial. Um dos grandes desafios do outsourcing internacional é corresponder às expectativas das empresas que investem nessa modalidade de serviço. É preciso redesenhar processos, investir em tecnologia e acompanhar os resultados de perto para que as melhorias propostas se concretizem no futuro.

Agora que você já conheceu as vantagens de desenvolver uma parceria com uma empresa estrangeira, está hora de consultar o nosso blog e aprender o que deve ser levado em consideração em uma negociação internacional.