Blog Conexos

Processos do comércio exterior: aprenda a evitar retrabalho

setor de comércio exterior de qualquer empresa é de fundamental importância para manter o crescimento do negócio ativo, expandindo a área de atuação para outros países.

Para que esse setor funcione adequadamente, a fim de potencializar os ganhos do negócio e cumprir sua função de forma eficiente, é essencial ter uma boa gestão e, principalmente, evitar erros e falhas que podem comprometer o seu serviço.

Confira como evitar o retrabalho nos processos do comércio exterior e melhore a sua rotina!

Como os erros atrapalham os processos do comércio exterior?

Em qualquer setor, pequenos erros e falhas podem ser profundamente prejudiciais, principalmente no que concerne à produtividade. No comércio exterior isso também vale e pode prejudicar seriamente o trabalho.

Isso porque, por envolver períodos maiores devido aos prazos de importação e exportação, qualquer tipo de atraso pode ser extremamente prejudicial e, em alguns casos, comprometer a logística do negócio.

Pode-se, até mesmo, perder contratos e negociações importantes devido a esse tipo de situação e com isso a corporação perde possibilidades de potencializar seus lucros.

Quais são as principais falhas nesse setor?

Os pequenos erros podem prejudicar seriamente os processos do comércio exterior e, consequentemente, atrapalhar seu trabalho. São eles:

  • falta de compliance, ou seja, não acompanhar a legislação vigente e as regras estabelecidas nos processos de importação e exportação, seja as atuantes no Brasil ou nos países com os quais comercializa produtos;

  • erros ao realizar a classificação, nomenclatura ou enquadramento de produtos seguindo as normas dos blocos com os quais se relaciona, podendo muitas vezes pagar multas pesadas por isso;

  • não utilizar os acordos de privilégios tarifários internacionais;

  • não aplicar as regras estabelecidas nos Incoterms (Termos Internacionais de Comércio);

  • deixar o processo na mão do despachante aduaneiro, sem acompanhar a gestão global do processo;

  • demais erros burocráticos relacionados aos documentos de importação e exportação.

Qualquer um desses erros prejudica seriamente a empresa, principalmente pela necessidade de revisão do trabalho, o que pode atrasar consideravelmente o despacho ou a chegada de produtos, bem como incorrer em pagamento de multas.

Como evitar o retrabalho nos processos do comércio exterior?

Mas então, como evitar essas falhas e potencializar não só a produtividade do seu setor, mas evitar prejuízos consideráveis para a corporação? Veja algumas medidas que podem ser tomadas:

Valorize os colaboradores do setor

Funcionários mais motivados tendem a estarem mais satisfeitos com o ambiente de trabalho. Com isso, consequentemente, há menos riscos de, por estarem desmotivados, cometerem erros bobos que ocasionem problemas futuros.

Cheque constantemente as regras vigentes no setor de comércio exterior

Os acordos entre países, as regras nacionais e internacionais, seja do Brasil ou dos países parceiros costumam mudar de tempos em tempos. Não se atualizar pode gerar problemas durante os processos aduaneiros ou até mesmo retenção do produto ao chegar à nação de destino.

Automatize processos

Uma das formas de evitar erros humanos é a automatização de processos por meio de softwares específicos para gestão de processos de comércio exterior.

Com funcionalidades dedicadas às rotinas comuns dessa área, você poderá encurtar o tempo de processos burocráticos, podendo se dedicar a checar outras questões que demandem mais atenção.

Agilidade e precisão são pontos importantíssimos em qualquer setor, mas são primordiais para os processos de comércio exterior. Por isso, indicamos a você que aprenda a melhorar a velocidade na tomada de decisões nas suas rotinas.

Receba grátis o melhor conteúdo de COMEX!

Uma newsletter intuitiva e completa sobre comércio exterior e logística.

Adicionar Comentário