Quais são as taxas e sobretaxas de frete maritimo?

Tempo de leitura: 3 minutos

Conhecer as taxas e sobretaxas de frete marítimo é muito importante para quem trabalha na área de logística e comércio exterior. Elas representam valores que compõe o custo total do transporte de carga no modal em questão.

Se o assunto é de seu interesse, então continue a leitura deste post e saiba o que são tais itens, bem como alguns dos principais deles. Vamos em frente!

Fatores no cálculo do valor do frete

O valor básico do frete marítimo leva em consideração o volume ou o peso do produto transportado. Porém, existem ainda outros valores que são acrescidos — os quais visam cobrir os mais variados itens de custo —, e que são classificados como:

  • taxa: corresponde a um percentual aplicado sobre a carga (volume, peso, preço, grau de periculosidade etc.);
  • sobretaxa: equivale a uma percentagem relacionadas às despesas da navegação (combustível, porto, rota perigosa etc.).

Existem vários tipos de taxas e sobretaxas, muitas delas incidentes em qualquer operação de transporte marítimo, outras específicas de determinadas transações ou de produtos específicos.

Principais taxas e sobretaxas de frete marítimo

Confira a seguir algumas das principais taxas e sobretaxas de frete marítimo que são adicionadas ao frete básico no modal:

Taxa sobre volume pesado

Incide sobre a carga que apresenta excesso de peso, ou que necessite de equipamento ou mão de obra especializada na sua movimentação no navio. É cobrada tanto no embarque como no desembarque.

Taxa para volume de grande dimensão

Se o volume do produto ultrapassar 12 metros incidirá essa taxa, qualquer que seja seu peso.

Taxa mínima

Refere-se ao menor valor que entrará no custo do frete marítimo. Está relacionado a volumes pequenos (inferiores a 1 tonelada ou 1 metro cúbico).

Sobretaxa de combustível

Trata-se de um valor para cobrir a despesa com o combustível que será utilizado na viagem.

Taxa adicional de porto

É cobrada quando há a necessidade de embarcar ou desembarcar a carga em um porto secundário ou fora de rota.

Taxa de prosseguimento

Ocorre quando surge mais um transportador envolvido na locomoção da carga, a qual precisará prosseguir por via terrestre ou outra via marítima até seu destino.

Sobretaxa por congestionamento

Esse valor é cobrado nos portos que têm uma movimentação muito intensa, fazendo com que o navio demore a atracar (pense no Porto de Santos, por exemplo).

Taxa de seguro

Incide sobre o frete e tem por objetivo garantir que as mercadorias cheguem a seu destino com segurança e em perfeito estado.

Convém lembrar que esses valores contribuem para onerar (aumentar) o custo das mercadorias importadas e exportadas, as quais já sofrem o pesado ônus das tarifas alfandegárias (tributos).

Como dissemos, são muitas as taxas e sobretaxas de frete marítimo. Assim, com as que elencamos até aqui você já consegue ter uma ideia das principais delas. Lembre-se que é muito importante aprofundar o conhecimento sobre o tema como uma forma de melhorar seu próprio potencial.

Falando nisso, aproveite para conhecer também mais um importante assunto na área de comércio exterior: o cálculo do faturamento na importação. Até breve!